Translator

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

domingo, julho 27, 2014

REVISTA REGGAE BRASIL
























 ------------------------------------------------------------------
A Revista Reggae Brasil foi desenvolvida por Ras Portuga na Bong Produções em 2010, quando, o amante do reggae lançou a primeira edição do trabalho, com matérias da cultura jamaicana, o reggae no Brasil, bandas nacionais, lojas de reggae, rádios, sites, entre outras coisas sobre a música reggae.Além da folhagem de alta qualidade que a revista compõe, ela acompanha um CD coletânea com 19 músicas variadas de vários artistas e bandas nacionais e internacionais que integram uma matéria na revista. Após o lançamento da primeira edição, a Bong Produções deu continuidade no projeto, lançando a cada temporada uma nova edição mais inovadora e criativa, estando, no momento, na quinta edição da Revista. Já passaram pela Revista Reggae Brasil vários artistas consagrados do reggae. Com tiragem média de 15.000 exemplares, a revista é divulgada em todo território nacional. Sendo encontrada através de eventos, marketing, nas principais bancas de jornal, loja do estilo, e, principalmente, pelo site www.hotsurfers.com.br/reggaebrasil, onde a revista é adquirida e entregue na casa do cliente..
-----------------------
http://www.revistareggaebrasil.com/

sexta-feira, julho 25, 2014

LUKAH LION















 ------------------------------------------------------------------------
Lukah Lion (Jah Lucas) é vocalista da banda Força da Paz,de Cotia,São Paulo, e vem trabalhando com o reggae a 7 anos, cantando canções que clamam por mais amor, paz, justiça e igualdade nesses tempos e difundem a cultura Rastafari . Com influência do reggae de raiz jamaicano até a música popular brasileira, Lukah Lion realiza apresentações acústicas além de seu trabalho com o reggae na banda Força da Paz..
No seu canal do youtube divulga vídeos contendo canções em versão acústica de cantores e compositores da cena emergente do reggae nacional, além de materiais relacionados ao seu trabalho como cantor , compositor e músico,como ´´Amanheceu´´..


domingo, julho 06, 2014

NATURAL MÍSTICA









--------------------------------------------------------------------------
A banda Natural Mística,de Mirassol, São Paulo, traz uma nova proposta de som alternativo e com apenas 2 anos de surgimento, conta com um repertório bem organizado e que reflete a identidade da banda. Ainda não fizeram nenhuma apresentação, pois estão em fase de conclusão de repertório, mas logo logo teremos mais um grande nome da música tocando por aí.
Confira uma entrevista realizada pelo MC com o vocalista, compositor e líder da banda Natural Mística:


ENTREVISTA..

MC - Daonde surgiu a ideia do nome para a banda? Tem algum significado?
Allan - Teve dois elementos que influenciaram muito na decisão, a influência musical que parte de uma música do Bob Marley, que se chama Natural Mystic, e o outro elemento seria a nossa própria energia envolvida pela paixão de se produzir música, e principalmente tocar, que se torna "Natural", e ao mesmo tempo uma energia interior “Mística”.
MC - Qual o estilo musical da banda?
Allan - A banda não tem um estilo musical definido, por isso se torna uma mistura entre Reggae, Rock, Blues e Mangue Beat. Talvez com o tempo possamos descobrir um nome para essa mistura.
MC - Vocês se inspiram em outros músicos e bandas? Quais e por que.
Allan - Sim, com certeza. Inspiramo-nos em bandas como O Rappa, Chico Science e Nação Zumbi, Charlie Brown Jr, Planet Hemp, O Teatro Mágico, Natiruts, Tihuana, Bob Marley and The Wailers, entre outras. A maior razão dessa inspiração, vem do intuito de abraçar a mesma ideologia dessas bandas, que tentam, através da música levar mensagens positivas e de reflexão para as pessoas, abrindo caminhos de pensamento e principalmente pelo estilo musical que nos envolve e nos inspira. Sem contar que são bandas que participaram e participam muito de nossa geração.
MC - Há quanto tempo a banda “Natural Mística” está na estrada?
Allan - A Natural Mística foi formada há três meses, com músicos da cidade de Mirassol, que já batalhavam um dia por esse encontro e construção familiar musical, um integrante de S.J do Rio Preto, que tivemos o prazer de conhecer por obra do destino (Murilo Vechi) completou o projeto. Mas a luta contínua da formação de bandas passadas, que tiveram seus bons momentos e se apagaram com o passar do tempo, continua para todos os integrantes desse novo projeto.
MC - A banda têm músicas próprias?
Allan - Sim, temos o intuito de tocar músicas cover, mas também divulgar nossas músicas próprias. Algumas já estão divulgadas no You Tube, é só procurar Banda Natural Mística e o nome da música,  Sem fronteiras, e Saber se é Sul ou Norte. 
MC - Qual o principal projeto da banda? Objetivos, metas, expectativas...
Allan - O principal projeto da banda com certeza é fazer com que a música faça parte de nossas vidas a todo o momento, depois o foco de se tornar conhecida na região e representar a nossa cidade, fortalecendo nossas raízes, com uma meta em comum que é divulgar o nosso trabalho, ideologia, músicas e reconhecimento do público alternativo, que realmente curte o nosso estilo musical, com expectativa de realmente um dia sobreviver e viver desse dom, trabalho, e diversão que é a música..
MC - O que vocês acham do cenário Rock n Roll da cidade? 
Allan - Apesar de vivermos um cenário musical, não só na nossa cidade, mas em todo o país em que as músicas a serem ouvidas são cada vez mais enfiadas em nossas gargantas, ou melhor, em nossos ouvidos, pela rádio e televisão, nossa cidade sempre foi a cidade do Rock n Roll, tanto pelos vários bares e festas que existiram desse movimento, tanto pelo público alternativo em que nela existe, e que sempre aparecem para prestigiar quando surge algo que fortaleça esse movimento, ou seja, novo para o mesmo.
Integrantes:
Allan Arrosti: Vocal, Guitarra e Violão
Matheus Lazarini Paiva: Guitarra e Violão
Jairo Bertolucci: Bateria
Murilo vechi: Contra Baixo, Flauta e Clarinete.

domingo, junho 29, 2014

MARCO ANTONIO CARDOSO
























----------------------------------------------------------------------------
Marco Antonio Cardoso é um escritor,pesquisador e colecionador de reggae brasileiro..
Marco Cardoso escreveu o livro ´´A Magia do Reggae´´...
O propósito do livro foi mostrar cronológicamente a origem do reggae,com os cantores e bandas de todo planeta que incorporam o ritmo em suas músicas locais,criando estilos até curiosos..
Inclui entrevistas de Roger Steffens com Bob Marley,Peter Tosh,Bunny Wailer,Ziggy Marley os mestres do reggae roots, dub,dub poetry,dancehall, e capítulos interessantes..
Ele também tem um trabalho de divulgação muito bom das bandas de reggae brasileiras..

sexta-feira, junho 13, 2014

MANEVA



















----------------------------------------------------------------------------
A Maneva, banda nativa da capital paulista, tem como objetivo denunciar as desigualdades sociais e também mostrar o prazer de viver a vida, apresentando a proposta de um reggae de energia com influências de MPB, Rock, Rap, Jazz, Dub e Soul..
 Em março de 2005, Tales (voz) e Diego (percussão) se reuniram descompromissadamente com a finalidade de simplesmente se divertirem, com algo que muito lhes atraí, a música. Em muitas tardes de domingo, aproveitando a criatividade de Tales para composições, começaram a desenvolver o que hoje são as músicas do Maneva.  Imbuídos dessa vontade, Tales, utilizando-se de um violão e Diego de um bongô, efetuaram algumas gravações completamente caseiras, mas que desde já chamava à atenção daqueles que as ouviam, haja vista a proposta de suas letras, quais carregavam contundentes críticas as desigualdades sociais existentes no mundo, e, o prazer de viver.  Desta forma, ambos resolveram criar o Maneva, nome de origem africana que tem como significado “Prazer”, o que conota de forma direta a proposta da banda, ou seja, fazer da música a expressão de seus desejos e provocar naqueles que as ouvem inquietação e reflexão sobre os assuntos abordados.  Para tanto, necessitavam de novos integrantes, para que assim tornassem seus anseios uma realidade, no entanto, como tudo em nossas vidas, passaram por dificuldades, e também passaram-se alguns integrantes, que de uma forma ou de outra contribuíram para a evolução musical da banda, mas devido a falta de entrosamento não permaneceram.  Dentre alguns ensaios, resolveram gravar suas músicas para divulgação, e desde então, descobriram que necessitavam de algo mais profissional, para que assim pudessem demonstrar melhor seu trabalho e divulgar a banda no cenário musical.  Em abril de 2006, entraram em estúdio, para produzir o que atualmente vem a ser o primeiro trabalho da banda, intitulado com o próprio nome Maneva, contando com a participação de músicos convidados que deram um toque especial nos arranjos.  Em meio as gravações, conheceram Felipe (guitarra solo), um dos técnicos de gravação envolvido no trabalho, que após o convite da banda veio a integrá-la. O CD, lançado em setembro de 2006, conta com 8 faixas, dentre elas dá-se destaque a “Ouro Negro”, “Daquele Jeito” e “Preto Pobre Suburbano”, trazendo um reggae de energia, que além de influências de grandes nomes do gênero, mistura MPB, Rock, Funk, Dub e Soul entre outros estilos musicais.  Ante a necessidade de complementar o alicerce musical da banda, se integraram Fernando (baixo) Fábio (bateria),Vitor (Guitarra) e Rodrigo (Teclado) concretizando assim, a formação atual da banda
----------------------
http://palcomp3.com/maneva/info.htm

segunda-feira, junho 09, 2014

CIDADE VERDE SOUNDS










 --------------------------------------------------------------------
Cidade Verde Sounds – Dub, reggae com responsa e atitude.  O duo de Maringá no Paraná, Cidade Verde Sounds, formado por Adonai, vocalista e letrista, e por Paulo Dub Mastor, ritmos e efeitos, vem desde 2005 trazendo sua mensagem para os ouvidos mais atentos.  Mas pela qualidade da banda isso vai se tornar um fato em outras paragens.  A musicalidade da dupla alcançou os bons ouvidos em todo Brasil, inclusive em alguns estados do amplo nordeste brasileiro, onde já fizeram turnê e são esperados novamente sempre.  Ao lado deste acontecimento, as amizades estrangeiras - leia-se Mad Professor, mago da engenharia sonora do Dub e do Reggae ,O toaster DJ Peter Ranking e o controvertido Eek-A-Mouse , atestam que os maringaenses ainda vão fazer muito barulho do bom.  Com letras que exaltam o cotidiano, jogam para cima politicagens e dão um brilho à Jamaica, sua música e vegetação nativa, o Cidade Verde Sounds está com todo gás.  A banda está em alta rotatividade de acontecimentos.  Recentemente lançou mais um CD, o trabalhado´´ Missão de Paz´´, com várias faixas já cantadas pelo público de seus shows.  Parceiros da família Jonny Size, acreditam muito no potencial e na qualidade da dupla.  Fique ligado quando esses “fazendeiros de apartamento” estiverem perto de você.   Márcio Tadeu - Jonny Size .Outros artistas que gostam: Alborosie; Damian Marley..
-----------------------------------

sábado, junho 07, 2014

SEMENTE CASCÃO
























 =================================================
A Semente Cascão,de São Paulo,capital, surgiu do encontro entre os amigos Litão, Nando, Marquinhos e Negão em junho de 2005, que sonhavam em fazer música e sempre se identificaram com o reggae. Ao longo de seu crescimento a vocalista Ariela e o percussionista Barata, entraram para somar ao time dos regueiros guerreiros. No início de suas apresentações, os integrantes tocavam os hits de maiores sucessos de suas bandas inspiradoras no estilo Reggae Music, tais como: Chimaruts, Ponto de Equilíbrio, Planta e Raíz, Natiruts, Bob Marley, Steel Pulse, Aline Duran, Tribo de Jah,entre outras...
O sucesso era tamanho e motivado por seu público fiel iniciaram a composição de alguns versos e melodias.
Em 2007 criaram a música "Caia no Reggae", música que em pouco tempo caiu na boca do povo devido à sua letra com mensagens positivas, vindas dos pensamentos do vocalista Litão e riffs marcantes elaborados pelo guitarrista Marquinhos. Não demorou muito para lançarem um novo sucesso "Passo a Passo", uma verdadeira mensagem para se seguir na vida inteira, sobre as dificuldades da vida e o valor que cada guerreiro tem dentro de si.
A banda sempre deixa saudade por onde passa, casas como: O Kazebre, Açaí Praia, Láricas-Prainha Branca/SP, Fidalga 33, KV Bar, Sabbadá Music Bar, Mutantes Bar, eventos fechados e a ilustre participação na rádio Cantareira 87,5 FM no começo de 2011 .
Em maio de 2011 os integrantes da SEMENTE entraram no estúdio para gravar seu CD demo, com as músicas “Caia no Reggae”, “Passo a Passo” e “Na Chuva (Gota de Humildade)”..

-----------------------
 Membros-Litão, André Negão, Barata,Teta, Japoneis, Natan Zion, Pedro Rudebass ,Marquinhos,Ariela..
-------------------------
 http://palcomp3.com/sementecascao/

segunda-feira, junho 02, 2014

PRÍNCIPE MESSIAS
























 --------------------------------------------------------------------------
Principe Messias é Grupo musical liderado por Carlos "Kata" Camargo com o intuito de divulgar seu estilo musical com influencias da musica Reggae no Brasil. Seu estilo próprio de composições mostra o cotidiano e situações em que convivem. Inicio-se ainda jovem no mundo da musica, fazendo apresentações de flauta doce na época de escola, demonstrando seus dons musicais e artísticos. Ao longo do tempo teve seu primeiro contato com o violão que por muitas noites frias nas ruas de São Paulo foi seu fiel companheiro, assim adquirindo seu estilo musical próprio com influencias do blues, soul, classic rock e o reggae. Aos 14 anos de idade deu teve parte integrante de sua primeira banda "Lázaros Reggae" composta por amigos de escola, dessa formação pertencia também Juarez "Jah Spirit" Gomes, que vem acompanhando e ajudando em alguns trabalhos. Após três anos, recebeu um convite para se integrar a uma outra tribo que era formada por integrantes mais velhos, assim adquirindo experiência musical de pessoas mais entendidas do que o próprio "Kata". Essa sua experiência não durou muito tempo pois "Kata" precisava mostrar suas musicas e composições retratando suas experiências nas ruas desde sua infância, foi ai então que reunindo alguns amigos do bairro surgiu uma formação começou a se identificar e criar o seu estilo próprio referindo-se sempre com louvores e novos cântigos do regorjeio divino, encontrando a sua verdadeira essência em Deus. Essa formação veio a denominar-se como o nome de "Om Zion" que significa "Em Sião".Por motivos de afirmação musical Carlos "Kata" veio a se separar do grupo levando assim suas composições e mais uma vez se reafirmando como o "Príncipe Messias”, que nessa formação conta com a presença de amigos que ajudaram muito em vários aspectos ao longo de sua carreira e sua vida pessoal. Nessa formação estão presentes Juarez "Jah Spirit" Gomes, Roberto "Beto Japa" Azeredo e Marcelo "Caveman" Pereira Ramos, que formam o time de músicos do Príncipe Messias. O time conta sempre com participações de músicos convidados. O trabalho vem se destacando no cenário reggae, por seu estilo irreverente dentro e fora dos palcos e sua simplicidade como pessoa, pregando sempre uma de suas frases "Amor e Arte, eu acredito nisso.", influenciado por grandes artistas norte-americanos assim como: Robert Jonhosn, Jimi Hendrix, George Benson e bandas de grande sucesso jamaicanas Bob Marley, Petter Tosh e Abyssinians..Aos seus 26 anos, o "Príncipe Messias" vinha atingindo de forma forte, porem sorrateira, as mentes jovens e os desvinculando dessa atual situação, movendo milhares de jovens a refletir sobre si próprio assim retirando as traves dos olhos nossos para que possamos enxergar o nosso real tamanho, tendo como objetivo principal a melhoria na educação, saúde mental e espiritual de seus fãs. O Príncipe Messias vem evoluindo e reafirmando sua identidade musical ao longo dos seus 12 anos de carreira. O "Príncipe" vem se apresentando em diversos eventos de reggae cativando sempre o seu público jovem e respeitando sempre o estilo de vida rastafari sem falsas afirmações..
Na última madrugada do dia 8 de dezembro, o reggae nacional perdeu mais um de seus grandes talentos. Vocalista da banda Príncipe Messias, Carlos "Kata" ficou conhecido por sua forte presença de palco e carisma, além da passagem pelo programa ASTROS do SBT, no qual obteve aprovação unânime (ver vídeo abaixo). No verão, a banda Príncipe Messias iria fazer uma tour pela região sul e, para pesquisar estadias, Kata e seu produtor se dirigiram para Florianópolis. No retorno, um acidente de carro fez Carlos "Kata" uma vítima fatal..
--------------------------
https://www.facebook.com/PrincipeMessias/info

sábado, maio 31, 2014

GIOVANI PAPINI
























 ------------------------------------------------------------------------------
Giovani Papini, cantor de reggae nacional maranhense, iniciou sua carreira em 1981, gravando a música "Marinheiro" em um LP de cooperativa, com outros artistas maranhenses. Em seguida, em 1983, lançou o compacto simples independente, com o sucesso "Sonhar é Vida", que foi muito tocado nas emissoras maranhenses. Em 1989 gravou o LP "Na Janela"; em 1993, lançou o LP "Sonho", também sucesso em todo o Maranhão. Em 1995, mais um LP sucesso, "Simplesmente Saudade", em 1999 lançou seu primeiro CD, intitulado "Reggae Tropical", pela Gravadora SOM TROPICAL, de são Paulo. Em 2001, o CD "Reggae Tropical" volume II, e em 2003, o CD "Reggae Tropical" volume III e em 2005 o CD "Reggae Tropical" volume IV, pela SOM TROPICAL. Em 2005, o cantor passou alguns meses em Campinas e São Paulo, divulgando seu CD e realizando alguns shows na região de Osasco...
--------------------------------
http://giovanipapini.blogspot.com.br/

segunda-feira, maio 26, 2014

OS KARETAS
























-----------------------------------------------------------------------------
Os Karetas, é um grupo dos anos 70, de Recife, é comprovadamente a primeira banda  de reggae do Brasil. Biografia Por: Aleyster Crowley Bernardo de Andrade:  Os Karetas, é um grupo dos anos 1970, formado em Recife, Pernambuco, Brasil e é comprovadamente a primeira banda de reggae do Brasil.  Sempre com um repertório rico e bastante extenso, dedicando-se a tocar vários ritmos e estilos musicais, como:  Jovem Guarda, Anos 60 - 70 - 80, flash back nacionais e internacionais, músicas latina, boléros, forró-pé-de-serra e estilizado, samba, rock, ítalo-disco, disco music, euro-music, techno-pop, reggae, sertanejo, axé e etc, levando o público ao delírio.  Seus maiores hits são:  * Vento Norte * Relatório  A história da banda, é vasta, e tem vários personagens importantes, da música envolvido.  Tudo começou no início dos anos 70, quando um pernambucano conhecido por Sebastião, fundou a banda que adotou o nome, “Os Caretas”, isso mesmo, escrevia-se com a letra (C).  Essa banda tocava em bailes e festas do, Grande Recife.  Na primeira formação dos Caretas, os componentes eram:  Daniel Barbosa: Contra baixo e vocal, Nael: Guitarra solo e base, Raminho: Guitarra solo e base, Mamão: Bateria. Silva: Piston. Assilon: Sax .Moises: Teclados .Marcílio: Teclados  .Sebastião, era dono, empresário e o fundador da banda.  Anos mais tarde, a banda os Caretas, muda de componentes, essa seria a segunda formação.  Daniel Barbosa: Contra baixo e vocal, Lulu: Teclados e vocal Gilmar Pingo: Bateria Inaldo: Guitarra solo e base Saulo Douglas: Vocal .Com a segunda formação, a banda passou a andar de forma bem diferente, o projeto foi ficando mais sério, e surgindo trabalhos próprios, no grupo.  Ainda nos anos 70, por volta de 1979, Daniel Barbosa e Lulu, resolveram, comprar o projeto da banda Os Caretas, de Sebastião, então, feito isso, a banda passou a ser chamada de “Grupo Karetas”, já utilizando a letra (K).  Daniel Barbosa, tinha uma queda pelo ritmo do Reggae, que já vinham tocando em suas apresentações.  Saulo Douglas, tinha feito duas composições, “Vento Norte” e “Relatório”. O Grupo Karetas, tocava essa primeira em ritmo de “Baião”, na linha do forró pé-de-serra, do cantor Luiz Gonzaga.  Em seus ensaios, Daniel Barbosa, junto com os companheiro, resolveram, mudar o ritmo da música “Vento Norte”, para o ritmo de Reggae, sendo assim, o começo para uma nova faze.  O escritor e pesquisador, Marco Antonio Cardoso, escreveu um livro em 1993 chamado “A Magia do Reggae” (Esse Livro é um espetáculo, vale a pena ter ele na sua biblioteca), que fala algo interessante sobre essa questão do Reggae no Brasil.  Na página 12, ele diz o seguinte:  (“A identificação dos brasileiros com o reggae tem uma razão de ser, talvez pelas nossas próprias raízes, que vem de uma época de escravidão que nada deixou a dever aos países africanos, ou também pelo canto dos escravos, que muito se assemelhava com o reggae, e por fim pela mistura de raças, tendo também o Brasil vários estados litorâneos como a Bahia e o Maranhão, por exemplo, que muito se parecem com a Jamaica.  O reggae no Brasil, sempre sofreu uma certa indiferença do poder e da mídia, que o encaravam como mais umas música de favelados, sendo portanto insignificante ao ponto de lhe darem as costas.  Mas como diz o ditado: “Nada como um dia após o outro” para vermos estas mesmas pessoas que nunca imaginaram o poder que o reggae tem, correrem para pesquisar sobre ele, para não ficarem alheios ao que está acontecendo no Brasil com bandas e cantores proliferando em cada esquina, e já contando com um público cativo, coisa que jamais imaginaram que iria acontecer.  No final dos anos 70, Caetano Veloso e Gilberto Gil levantaram a primeira bandeira com o símbolo do reggae.  Foi no início dos anos 80 que começaram a surgir bandas, até certo ponto corajosas para a época, pois tocavam o reggae, até então quase que um ilustre desconhecido para maioria das pessoas.  Uma das pioneiras veio de Pernambuco: O Grupo Karetas, que em 1983 lançou o LP “Fogo na Terra”.  Os Paralamas Do Sucesso lançaram em 1985 o disco “Cinema Mudo”, usando reggae como base principal, e alcançaram sucesso nacional, e a partir daí, vieram O Passo Do Lui” e o clássico “Selvagem?”, que lhes rendeu um convite para tocarem num festival em Montreaux, cujo show foi documentado no LP “D”.”)  Esse relato retirado do livro, “A magia do Reggae”, foi pra ajudar a esclarecer, um pouco sobre, a valor, de importância do Grupo Karetas na história da música no Brasil.  O escritor cita no livro que o começo foi com o LP “Fogo na Terra” de 1983, tudo bem o LP é realmente de 1983, mas a introdução do Grupo Karetas, começou oficialmente muito antes, no final dos anos 70, e o registro só veio à tona, em 1981, com o primeiro compacto, simples.  Quando o baixista Daniel Barbosa, resolveu mudar o ritmo da música, “Vento Norte” para reggae, foi o marco dessa história do reggae, no Brasil, e justamente 1982, o Grupo Karetas, lançam seu primeiro compacto, pelo selo Memória.  Ficha técnica do compacto -Grupo Karetas:  Ano de produção: 1981 Ano de lançamento: 1982 Nome do disco: Grupo Karetas -Produtor Fonográfico: Memória Fotográfica Comercial Ltda Direção e Produção: Lulu e Daniel Barbosa Arranjos e Direção Musical: Grupo Karetas Técnica / Som e Mixagem: Jailson Romão / Hélio Ricardo e Fernando Borges Foto da Capa: Arnaldo dos Santos Barros Programação Visual: Don Antonio Gravado Pelo Sistema Memorial em 16 Canais. Estúdios Rozenblit - Recife - Pernambuco - Brasil  Músicos, neste Compacto do Grupo Karetas:  Bateria: Gilmar -Pingo Baixo: Daniel Barbosa Guitarra Solo e Base: Inaldo Orgão e Perfect Five: Lulu Vocal: Saulo Douglas- Coral: Lulu e Inaldo Percussão: Gilmar e Inaldo -Faixas:  Lado A  Vento Norte (Saulo Douglas) - Lado B  Relatório (Saulo Douglas)  Esse simples compacto, foi o começo da explosão, para uma banda que começou do nada, e um único hit, fez, as vendagens dispará, chegando a mais de 500 mil cópias.  O Grupo Karetas, daí para frente, já não ficavam no mesmo local, por muito tempo, e viajaram, fazendo turnês pelo mundo, destacando-se em países da América e Europa, como: Itália, Espanha, Portugal, Venezuela e várias cidades dos estados Brasileiros.  Dessa turnê, surgiu o primeiro LP do Grupo Karetas, intitulado, “Fogo na Terra”, com essa chamada oficial para o grupo que já passavam a mostrar, um lado, espiritual em suas músicas, e a grande relação com o ritmo reggae.  O LP, tem 10 faixas, ricas em letras e ritmo contagiante do reggae.  Ficha técnica do LP Fogo na Terra:  Ano de produção: 1982 -Ano de lançamento: 1983 Nome do disco: Fogo na Terra Produtor Fonográfico: Memória Fotográfica Comercial Ltda Direção e Produção: Lulu e Daniel Barbosa Arranjos e Direção Musical: Grupo Karetas Técnico de Gravação: Jailson Romão Mixagem: Jailson / Grupo Karetas e Miguel Kertsman Foto da Capa: Arnaldo dos Santos Barros Programação Visual: Don Antonio Gravado no final de Verão no Nordeste Brasileiro Pelo Sistema Memorial em 16 Canais. Recife - Pernambuco - Brasil  Músicos, no LP Fogo na Terra do Grupo Karetas:  Bateria: Gilmar Pingo Baixo: Daniel Barbosa Guitarra Solo e Base: Inaldo Guitarra Solo e Base: NYL Orgão e Perfect Five: Lulu Vocal: Grupo Karetas Percussão: IVO (Participação especial)  Faixas:  Lado A  01 - Força Divina (Lulu) 02 - Fogo na Terra (Lulu) 03 - Apocalipse (Saulo Douglas) 04 - Atômica (Lulu) 05 - Longa Estrada (Gildo do Socorro Filho)  Lado B  01 - Vento Norte (Saulo Douglas) 02 - É Verão (Gildo do Socorro Filho) 03 - Relatório Nº II (Saulo Douglas) 04 - Amanhecer (Lulu e Danny “Daniel Barbosa”) 05 - Canto Forte (Saulo Douglas)  Este LP, segundo as pesquisas, feita pelo divulgador da banda, seria lançado pela Som Livre, mas por motivos ainda desconhecidos, foi lançado pela Fermata.  Em 1985, já com uma formação diferente, O Grupo Karetas lançam seu Segundo LP, intitulado como “Maravilha”, também com 10 faixas.  Ficha técnica do LP Maravilha:  Ano de produção: 1984 -Ano de lançamento: 1985 Nome do disco: Maravilha -Direção Artística: A.C. Sandroni Produção Executiva: Fernando Borges Assistente de Produção: Lulu e Daniel Barbosa Arranjos e Direção Musical:-- Grupo Karetas Som e Mixagem: Jailson / Hélio / Jair e Eliomar Mordomias: Marcos Fotos: Flávio Fotolito e Arte Final: Foto Cromo- Gravado nos Estúdios Somax: 16 Canais Lançado e Distribuído Pela PolyGram Discos  Músicos, no LP Maravilha do Grupo Karetas:  Bateria: Roberto Baixo: Daniel Barbosa Guitarra Solo e Base: Kiel Orgão e Perfect Five: Lulu e Kennedy Vocal: Lulu / Kennedy e Nilson  Participação Especial:  Acordeon: Zé Bicudo Piston: Foquinha Trombone: Adão  Faixas  Lado A  01 - Semente (Gildinho) 02 - Sete léguas (Lulu) 03 - Levante a poeira (Lulu) 04 - Aquele xote (Marcus) 05 - Aperta Karetas (Lulu)  Lado B  01 - Maravilha (Marcus) 02 - Trovoada (Lulu) 03 - Sonho de fada (Lulu) 04 - Sedução (Kiel) 05 - Toque de viola (Gildinho)  O Terceiro LP do Grupo Karetas, também com uma formação bem diferente dos outros discos, chegou trazendo polêmica na capa, que foi censurada por que transmitia uma expressão de erotismo.  A foto seria com uma pessoa segurando uma maçã cortada ao meio, que a primeira vista, parecia com um orgão genital feminino, gerando assim, o nome do terceiro LP, “Sabor da Fruta”.  Nessa época, o Grupo Karetas, também mudaria de nome, deixaria de ser chamado de “Grupo Karetas” para ser chamado de Banda “Sabor da Fruta”, mais com a causa da polêmica envolvendo censura e tudo mais, o Grupo Karetas, passaram a ser chamados de “Os Karetas”.  O terceiro LP, ainda foi lançado com o nome da banda, Grupo Karetas, Sabor da Fruta. O disco teve participações de músicos importantes do cenário musical brasileiro. como a cantora Silvinha e Carlinhos Brown.  Ficha técnica do LP Sabor da Fruta:  Ano de produção: 1988 -Ano de lançamento: 1988 -Nome do disco: Sabor da Fruta- Produtor Fonográfico: Continental - Wheaton do Brasil S/A - Industria e Comércio Co-Produção: Discofita Distribuição LTDA. Direção Artística: Wilson Souto Jr. -Produtor Musical: Carlinhos Marquês- Produção Artística: A.C. Sandroni Engenharia de Som: Fernando Gudilack Gravado nos Estúdios: WR Criação, Lay Out, Arte Final da Capa: Zezo Produção Fotográfica do Conjunto: Foto Beleza, Avenida Manoel Borba, 33, Boa Vista, Recife - PE Lançado e distribuído pelo Selo GEL.  Músicos, no LP Sabor da Fruta do Grupo Karetas:  Bateria: Zoca Baixo: Daniel Barbosa Guitarra Base: Nil Guitarra Solo: Tati Veloz Teclados: Kennedy Percussão: Carlinhos Brown Vocal: Lulu / Saulo Douglas / (e Silvinha na faixa “Xixi na Praia”)  Faixas  01 - Fazendo a Cabeça (Lulu) 02 - Xixi na Praia ( Participação Especial de - Silvinha) (Lulu) 03 - Expresso 2222 (Gilberto Gil) 04 - Afro Som (Gildinho) 05 - O Sonho Acabou (Lulu)  01 - Vozes da África (Gildinho) 02 - Bum Bum da Nega Tum (Lulu) 03 - Você Pode se Enrolar (Saulo Douglas) 04 - Em Cima, Em Baixo (Lulu) 05 - Relatório III (Lulu)..
  Os Karetas, depois de uma explosão e tanto, com varios reboliços no meio musical, como é de costume, uma banda, dificilmente se mantem por longos anos com os mesmos componentes, isso deve-se ao fato de muitos terem ideias diferentes e as vezes até por dicisões de tomarem rumos direferentes, isso aconteceu com centenas de bandas, dos mais variados gêneros musicais, como, The Beatles, um dos grandes fenômenos da hitória do rock mundial, no Brasil, não seria diferente, existem exemplos de muitos grupos antigos que não tem os mesmos componentes, e até desapareceram do mapa musical.  Os Karetas, ainda, sobrevive, com a insistência do proprietário, e fundador, Daniel Barbosa, que é vocalista e baixista da banda, Daniel Barbosa, que antes assinava como “Danny”, está na banda, desde quando o Senhor Sebastião fundou, com o Nome “Os Caretas” com (C), Daniel, zela pela parmanência da existência da banda, continua mantendo Os Karetas, na ativa, fazendo shows em vários locais do grande Recife, em Pernambuco, litotaral do nordeste Brasileiro.  Recentemente, em Recife, aconteceu uma revelação, da banda, em um show, que estiveram, presentes grupos como, Os Trepidant’s, Renato e seus Blue Caps e a Banda Tunel do Tempo.  A curiosidade, foi que Os Karetas, chegaram de mansinho, e lá no palco, ajustaram seus equipamentos, e aos poucos, o público, foram se aproximando e de repente, começou o show, com a platéia surpreendida, Os Karetas simplesmente, tocou fogo no salão, deixando o público com saudade, e lebrando o acontecimento do roqueiro, Jerry Lee Lewis, quando tocou fogo no piano e causando uma situação desagradavel para Chuck Berry, mas Os Trepidant’s, manteve a chama, e terminando tudo bem.  No ano de 2005 Os Karetas, lançaram seu Primeiro CD, entitulado “Coração Desprezado” com 12 faixas.  Ficha técnica do CD Coração Desprezado:  Ano de produção: 2005 Ano de lançamento: 2006 Nome do disco: Coração Desprezado Produtor Fonografico: Mega Music Produção Artística: Paulo Almeida Produção Executiva: Daniel Barbosa Arranjos: Os Karetas Estúdio: Nôka Som Técnico de Gravação: Nôka Mixagem: Nôka / Daniel Barbosa Fotos Fernando Barros Capa: Edna Batista Laçado e distribuido pelo Selo Mega Music  Músicos, no LP Coração Desprezado de Os Karetas:  Bateria: Junior Baixo e Vocal: Daniel Barbosa Guitarra Solo e Vocal: João Batista Teclados e Vocal: Tuca Percussão: Leandro Vozes: Koka e Fabiane  Faixas  01 - Coração Desprezado (Daniel Barbosa) 02 - Andar (Marcelo Santana) 03 - Preciso de Você (Juan Caribe) 04 - Cidabela (Assis da Paz) 05 - Cuba (Marcelo Santana) 06 - Sempre Vou te Amar (João Batista) 07 - Relatório (Saulo Douglas) 08 - Não Será Fácil (Daniel Barbosa) 09 - Quem é Esse Negro (Lulu) 10 - Ovelha Negra (Rita Lee) 11 - Vento Norte (Saulo Douglas) 12 - Coração Desprezado (Instrumental - Faixa Bonus)  Esse é o quito trabalho do grupo, contando desde o lançamento do compacto, que foi produzido em 1981. O Sexto CD foi lançado ao vivo, gravado apartir de um show no ano de 2008, realizado no SESC do bairro de Santo Amaro em Recife, em Pernambuco. A gravação, não é das melhores, mas vale como um documento histórico para os fãs e admiradores da banda.  Atualmente a banda Os Karetas, está formada por:  Baixo e Vocal: Daniel Barbosa (dono e fundador da banda) Guitarra Solo e Vocal: João Batista Teclados e Vocal: Betinho (Ex-Trepidant’s) Bateria: Nilton Vocal: Silvane Vocal: Roberta (Ex-Back-Vocal de Beto Barbosa) Percussão e Vocal: Leandro Matias Percussão e Baixo: Leonardo Matias  É com essa formação que Os Karetas, vem se mantendo há 10 anos, tendo 3 componetes que entraram para banda há três anos.  Os Karetas, fazem shows em diversos locais de Pernambuco e estados vizinhos, cantam diversos estilos dos mais variados, nomes da música, nacional e internacional, tem nome e u público espetacular.  Os componentes, como de grandes destaques na banda, que não fazem mais parte atulmente, alguns ainda estão, na ativa:  Saulo Douglas, mora na Espanha e tem uma banda de reggae.  Lulu, mora em Recife, PE, e também tem uma banda, com o nome “Como Antigamente”, tocam músicas dos anos 60 e 70.  Gilmar, é evangélico, e mora em Jaboatão dos Guararapes, PE.  Inaldo, mora em Portugal, e se apresenta em casas de shows, fazendo voz e violão.  Danny ou Daniel Barbosa (dono e fundador da banda), esse continua na luta mantendo o nome da banda, Os Karetas, em Pernambuco e no Mundo.  Obs.: O conteúdo aqui citado, foi desenvolvido pelo divulgador de eventos Bernardo, ele que já é de costume, levantar dados para mostrar talentos esquecidos pela mídia, o mesmo costuma fazer entrevista com esses personagens dá música em geral, é possível ver trabalhos como o de um grupo evangélico, conhecido por, Embaixadores De Sião, O cantor também evangélico, Isac Sá, Beto Juara, O Músico Peregrino, a banda de pop rock, Trepidant’s, o cantor Rodrigo Otarola, o Cantor Brega pop Cláudio Alexandre e muitos outros nomes do meio artístico musical, portanto é possível  atualizações, falando mais detalhes da banda, Os Karetas.
------------------------------
Veja Mais detalhes em
 (http://aleystercrowley.wordpress.com/2010/09/24/os-karetas-pioneiros-do-reggae-no-brasil/)

GUERREIROS DE SIÃO
















 ----------------------------------------------------------------------
Guerreiros de Sião é uma banda de reggae de São Paulo,capital..
Tem o propósito de revolucionar com a Música Reggae visando à cultura Rastafari e a mensagem de JAH em nossas letras, expressando a revolução espiritual e a libertação mental, fazendo com que ela transmita a conscientização para acender a chama dentro de si e trabalhar em pequenos atos as grandes atitudes da vida sempre com muito amor, paz, respeito e união.
No ano de 2009 Juntamente com Ras Bauer, Vocalista na época, a banda gravou o primeiro CD, chamado "Soldado de JAH" com muita vibração positiva em cada musica,contendo as primeiras músicas criadas, como ''Soldado de JAH'', ''Tradição Rastafari'', ''Jah Opera'' junto com músicas do Ras Bauer, como, ''Adversidades'', ''Poder da Trindade'' ''Passagem'', entre outras. Este que foi lançado no início de 2011, no espaço Urucum na Vila madalena.
Show de lançamento que teve a grande participação do irmão moçambicano Ras Haitrm fazendo a conexão Brasil/África.
Junção que foi para estúdio, e no mesmo ano de 2011, foi gravado o CD junto com Ras Haitrm, chamado '' Zion Bridge'' que em português significa, ''Ponte para Sião''.
No ano de 2012 a banda fez o lançamento do Zion Bridge na casa de show em São Paulo, Cine Joia, no dia 19 de maio de 2012. A partir desta data, foram feitos diversos shows de lançamento do CD, participando também no evento '' Alambique do Som '' em Barbacena/MG.
  Em 2013, a banda estava preparando o seu novo trabalho na voz de Ras Leonardo, CD que ainda está sendo mixado, que foi gravado no mês de outubro de 2012 no Haick Estúdio, em São Paulo capital.
Rastafari no mais alto topo...
----------------------------
https://www.facebook.com/guerreirosdesiao/info

terça-feira, maio 20, 2014

RASTA BLUES
















---------------------------------------------------------------------------
Desde a sua criação em 1999, na cidade de Santo Ângelo/RS, a banda de reggae Rasta Blues vem consolidando sua identidade por onde passa. Em 2004, após algumas turnês pelo litoral catarinense, a banda se muda para Porto Alegre, onde, um ano de muito trabalho depois , divide o palco com a banda Ponto de Equilíbrio no Fórum Social Mundial 2005. Nessa época nasciam algumas músicas e o conceito do que mais tarde culminou na concepção do disco "De Volta À Criação", 1º oficial, lançado em 28/10/10 num show que abriu a apresentação da banda Midnite no Bar Opinião , onde, menos de um ano antes, a Rasta Blues já tinha feito a abertura para os jamaicanos do The Congos. O lançamento do disco contou com a participação mais que especial de Solano Jacob, pela 1º vez no estado, cantando na música "Rockers Style (De Volta à Criação)", quando reproduziu fielmente sua participação no CD.  Adquira o disco "De Volta À Criação" ...
 Membros-Mateus Rasta, Leandro "Barba" Seivald, Jorge Sant'Anna e Rodrigo "Esqueleto" Fetter
 ----------------------------------------
 http://www.rastablues.blogspot.com

sábado, maio 17, 2014

PROFECIA VIVA














 --------------------------------------------------------------------------
A banda paulistana Profecia Viva esta há quatro anos na estrada, e um ano e meio com a mesma formação, são sete integrantes Don Ramon – (Vocalista e principal compositor) Felipe Led – (Guitarrista Solo e vocais) Daniel Bol – (Guitarrista base e solo), Jonas Cabral – (Percussões), Claudio Azevedo – (Tecladista), Will Black Bass – (Baixista), Guto – (Baterista e vocais).  Nesse tempo de estrada tocaram em muitas casas de shows como: Estação Music Bar, Nice Bar, Caldeirão Music Bar, fizeram eventos junto a Prefeitura e o Governo do Estado de São Paulo, como Céus, e as Fábricas de Culturas, também participaram de eventos beneficentes como Itaquá in Fest, Casa de Cultura – Itaim Paulista, Reggae contra o preconceito, dentre outros como uma participação na Rádio comunitária Heliópolis FM, com o programa Revolução Reggae.  Levando uma mensagem de paz e harmonia com sua música de influência Reggae, buscando levar a todos sem exceção de crenças, classe social ou idade, que o amor deve ser semeado, que o caminho do bem é o melhor a seguir, e uma esperança ao povo que ainda sofre com as dificuldades do dia-a-dia, com a falta de cultura e música boa na periferia, e outras coisas que cansamos de ver e se indignar.  Neste ano de 2014 a banda Profecia Viva está terminando de gravar seu primeiro CD “A Vibração é a Raiz” cujo sairá com sete faixas. E também em andamento o Vídeo Clipe da música “Quem será que Queima” faixa que também estará no CD.  São gratos primeiramente a Deus, e a todos que apoiam e gostam de sua música e sempre nos dão força para seguir em frente.  Profecia Viva...
--------------------------------
http://palcomp3.com/profeciaviva/

domingo, maio 11, 2014

ALDEIA REGGAE ROOTS


















----------------------------------------------------------------------------
A Banda Aldeia Reggae Roots é uma banda de reggae das raízes de Capivari,Bahia..
Aldeia Reggae Roots é formada por  :
 Wagner - contra baixo
Angel - backing vocal
Dodão - bateria
Marcelo - percussão
Gian - guitarra
Ricardo - guitarra
Ju - vocal..
 Temas:Tudo pelo Reggae...
------------------------------

segunda-feira, maio 05, 2014

DIGITALDUBS

 --------------------------------------------------------------------------
Com mais de 10 anos de estrada, o Digitaldubs é primeira equipe de som especializada em reggae e dub no Rio de Janeiro. Fundado por Marcus “MPC”, o coletivo é o principal representantes da cultura sound system no Brasil e vem, cada vez mais, conquistando reconhecimento na cena internacional.
Com 4 álbuns e vários singles em vinil lançados pelo próprio selo (Muzamba), o grupo também está no catálogo de renomadas gravadoras internacionais como ROIR, Soul Jazz, Universal Egg, Wordsound, Man Recording, entre outras. Em 2008 ganharam o Prêmio Orilaxé da ONG Afroreggae. As colaborações do Digitaldubs incluem lendas vivas do reggae, como os jamaicanos Ranking Joe e Earl Sixteen e o inglês Brinsley Forde (ex-Aswad), além dos brasileiros B Negão, Black Alien, Mr. Catra e muitos outros.
Além dos tradicionais bailes no Rio, o grupo já viajou por todo Brasil, fez turnês pela Europa e América Latina e apareceu no line-up de festivais importantes como Tim Festival, Universo Paralello, Rototom Sunsplash na Espanha, Dubwise Festival na Inglaterra, Raztlan no México, Ostroda Reggae Festival na Polônia, etc.
Descrição
Pionner roots/dub sound system in Rio de Janeiro
Interesses da banda
reggae - dub - dancehall - sound system
Outros artistas que gostam:
Ranking Joe, Earl Sixteen, Brinsley Forde, Jeru Banto, YT, Brother Culture, Sugar Minott, Dada Yute, Tiago Bless..
 Membros:
MPC (dono/selector/produtor/engenheiro)
Nelson (produtor/seletor)
Cristiano (MC/seletor)
Jeru Banto (cantor/MC)
Tommaso (organizador)
Careca (organizador)
Kuque (seletor)
Cabeça (homem das produções,promoções)
...
 -------------------------

sexta-feira, maio 02, 2014

DUBITERIAN



















 --------------------------------------------------------------------------- 
Dubiterian é um produtor de música dub brasileiro e especialista em melódica, aprovado pelo Hohner Formado em engenharia de áudio, em Munique, na Alemanha, ele tem realizado desde 2004 em diversos clubes e festivais na Europa, do Norte, Central e América do Sul dividindo o palco com nomes como The Skatalites, The Roots Radics, Ras Michael, Fully Fullwood, Mad Professor,Sister Nancy, Ranking Joe, Gentleman, Mungos Hi-Fi, Jahtari e Soom T, e tem colaborado no estúdio com os produtores pesados ​​e artistas como The Scientist, Adrian Sherwood, Dub Syndicate, Max Romeo, The Ethiopians, Kenny Knots, Luciano , Mark Wonder, Naptali, Fitta Warri e Natty King entre outros.  Suas produções têm encontrado o seu lugar nos rótulos como Souljazz, Planeta Dub, Echo Beach, Unidade, Moa Anbessa, e vice-presidente de sua própria Dubiterian Records.  Fique atento para o próximo tributo a Augustus Pablo mixado pelo lendário mestre do dub Scientist!´´THE SCIENTIST MEETS DUBITERIAN´´,e o videoclip de ´´Jah Light´´,disponível no youtube...
- ------------------------
http://dubiterian.com/

quarta-feira, abril 30, 2014

DUBATAK




-------------------------------------------------------------------------
Dubatak Sound System. Dubatak Sound System é o pelotão de frente do coletivo Dubatak, que desde 2007 vem produzindo músicas reggae/dancehall/dub pelo mundo. O sistema de som do coletivo fica instalado no Rio de Janeiro ao comando de Mateus Pinguim e Leo Flores, que sempre "atacam" o público com seus arsenais de rimas, riddims e versões dubs, ora tocando em casas de shows pelo Brasil como Circo Voador, Studio RJ, Arena FC (Brasília), Los Piratas (Belém), entre outras, ora nas ruas e praças da capital carioca com suas potentes caixas de som construídas artesanalmente..
Produziram discos como Reggae Rua Volume 1,com Monkey Jhayam e Dubatak..
 O selo independente Dubatak Records foi criado pelo coletivo Dubatak a fim de trazer para o Brasil a cultura dos selos jamaicanos, que nas décadas de 70 e 80 lançaram na ilha milhares de músicas reggae com suas versões instrumentais, chamadas de dub, o lado B do vinil single 7". Essa cultura é ainda hoje muito forte por toda Europa e pelo mundo, e se fortalece a cada dia no Brasil, com o surgimento de novos artistas e projetos relacionados à essa cultura.
Além disso o selo produziu artistas jamaicanos, internacionais e nacionais consagrados,como Johnny Clarke,Earl Sixteen,Tippa Irie, Ras Bernardo..
----------------------
 http://www.dubataksoundsystem.com.br/

quinta-feira, abril 24, 2014

ATOFIDÉ












 --------------------------------------------------------------------
Leonardo Vitor ( Stopin ),o vocalista da banda de reggae Atodifé teve o incio de sua carreira no hip-hop fazendo rimas improvisadas apontando sempre os problemas acolhidos pela sociedade..
Cidade:São Paulo 
Temas: Favela,Barreiras De Racismo,Sonetos Para A Babilônia,Apocalipse..
Integrantes
Vinicius (Flauta)
Stopin (Voz)
Egimar (Bateria)
Clayton (DJ)
Fernando Lippi (Teclado)

 --------------------------------

http://som13.com.br/atodife

terça-feira, abril 22, 2014

NAÇÃO REGUEIRA
















 -------------------------------------------------------------
NAÇÃO REGUEIRA-
Formada em Fortaleza no ano de 1995, com o objetivo de tocar reggae de qualidade e fazer a fusão com outros ritmos musicais, a banda Nação Regueira conta com um forte arsenal de shows em seu arquivo, tocando ao lado dos maiores nomes do Reggae e Rock nacional e participando de grandes festivais no país, entre eles: Ceará Music (CE), Tributos a Bob Marley e Peter Tosh (SP), Circuito Nacional de Reggae (ES), entre outros...
REGGAE DA PAZ - primeiro albúm independente gravado no Ceará, disco que indiscutivelmente serviu como principal meio de divulgação para inclusão da banda no cenário do reggae nacional, contando com a participação especial de Fauzi Beydoun (vocalista da banda Tribo de Jah) nas faixas "Canção ao Mar" e "Há Algum Lugar".
Com canções próprias que marcaram a carreira da banda, dentre elas: "No balanço do reggae", "Jamaica brasileira", "Canção ao Mar", entre outras.
ANO DE EVOLUÇÃO - É um CD experimental que mostra atitude e versatilidade musical onde a banda teve total liberdade em letras e arranjos progressivos dando uma nova personalidade ao reggae.
Este albúm contêm faixas inéditas e regravações do primeiro CD, além de participações especiais de Alexandre Carlo (Natiruts) e Fauzi Beydoun ( Tribo de Jah).
COLETÂNEA NAÇÃO REGUEIRA: Originalmente lançado em 2005, este albúm contêm os maiores sucessos da banda desde o lançamento de seu primeiro cd, inclusive faixas ao vivo gravado em uma de suas apresentações no Ceará.
Este albúm contêm um faixa bônus exclusiva do vídeo-clipe "Lute", divulgado pela mídia, por meio do jornal hoje da Rede Globo e está sendo exibido pela MTV atualmente.
..
------------------------

domingo, abril 20, 2014

EDU RIBEIRO E CATIVEIRO
























 ------------------------------------------------------------------------
Edu Ribeiro,de São Paulo, foi vocalista do Circuladô de Fulô mas saiu da banda para se dedicar ao reggae. Neste novo trabalho, Edu Ribeiro e sua banda Cativeiro trazem contagiantes composições inéditas que marcam a sua história artística. Seu disco ´´Roots Reggae´´ é composto por várias vertentes do reggae, traz músicas românticas e conta com participações de André Brito (Peixelétrico), Alexandre Carlo (Natiruts) e muito mais. Esse cantor e compositor tem uma grande presença de palco e sabe, como ninguém, interagir com o público. Destaque para a música "Me Namora", que já é sucesso absoluto nas rádios de todo o país...Quem não se recorda de grandes sucessos da banda de forró universitário Circuladô de Fulô, como "O Sol a Lis e o Beija Flor", "Vem Me Ver ? Pois é, essas canções foram compostas pelo antigo vocalista do grupo, Edu Ribeiro, que hoje inicia sua caminhada na carreira solo e com grande ascensão. O Circuladô, na época,  foi a maior revelação de 2002/03 estando presente nos maiores eventos de forró e reggae de São Paulo nos quais foram considerados os destaques dos shows, não só pelas músicas conhecidas pelo público mas também pela maneira com que interagia com eles do palco. Mas apesar de todo o sucesso, Edu não se sentia realizado, pois o reggae já estava no sangue dele desde pequeno. Por isso, em 2003, se desligou do Circuladô e meteu o pé na estrada, se dedicando totalmente ao novo trabalho.  Mesmo optando por uma nova direção à sua carreira, Edu parece que está se sentindo em casa. O reggae para ele era um sonho que ele tinha em mente concretizar um dia. E não perdeu tempo. Sentindo-se preparado para tal façanha, visto que já tinha sido líder de uma banda de renome, optou por alçar vôos mais altos em sua carreira e podemos dizer que está fazendo bonito. Só para ter idéia, divulgando pela primeira vez esse novo projeto intitulado EDU RIBEIRO & CATIVEIRO,  no 9º Grande Encontro de Forró Universitário, realizado no Via Funchal, o cantor mostrou um pouco de sua nova performance cantando "Gaivotas Sobre o Mar" uma de suas novas músicas de trabalho, e teve grande aceitação do público presente.  No dia 31 de outubro de 2003 apresentou seu show de estréia no Centro Cultural Elenko KVA que surpreendeu a todos por já estar totalmente identificado com seu novo estilo musical, que teve como repertório grandes sucessos de Bob Marley, Sine Calmon e UB40 além das novas músicas de sua autoria. O show foi muito elogiado por ser um trabalho inédito e tão centrado no reggae de Bob Marley, com uma forte influência de MPB e seu toque de romantismo.  Seu disco que terá o nome de: ROOTS REGGAE CLASSICS VOL. 1 E OUTRAS CANÇÕES, com as participações confirmadas de RZO, Instituto e Michael "Mickey" Sene (guitarrista de Alpha Blondy), e vem chegando quase todo autoral, com exceção de uma releitura de "AZUL", canção de Djavan, seu ídolo maior, tendo treze faixas, uma delas fazendo a fusão de hip-hop com reggae, mais conhecido como "Dancehall". O disco é esperado para Abril juntamente com o projeto de um vídeo-clip para música "Alma Negra". Para saber um pouco mais sobre o cantor Edu Ribeiro, fizemos uma entrevista com ele. Veja mais detalhes sobre seus próximos projetos..
 Temas: Alma Negra,Me Namora, Sereia, Redenção,Sonhos,Voltar para o Meu Lugar,Sendo Assim,       Voar ,Gaivotas Sobre o Mar (me Lembro),Paz Interio  e Maravilha (o Gueto)
 --------------------------
  Contato:  Tel: (11) 4438-0168  E-mail  coisaetalproducoes@coisaetalproducoes.com.br

--------------------
 http://www.mvhp.com.br/nentrevista43.htm

terça-feira, abril 15, 2014

FIGHTING SOLDIERS














 --------------------------------------------------------------------------
 Fighting Soldiers é um grupo de reggae de São Paulo,capital, Brasil..
Sobre: É tempo de realizar algo para contribuir para o bem e fazer a humanidade refletir acerca de seus valores e idéias. Acreditamos que tudo é no tempo de Deus Descrição É tempo de realizar algo para contribuir para o bem e fazer a humanidade refletir acerca de seus valores e idéias. Acreditam que o tempo de Deus é diferente do nosso, e acima de tudo colocamos Ele sempre em primeiro plano em suas vidas, para buscar sabedoria e cultivar o amor em nossos corações, e nada melhor que o reggae para expressar esses bons sentimentos. Passam sempre por muitas provações nesse mundo globalizado e essas dificuldades nos levaram a buscar a essência do verdadeiro reggae de raiz que também fizeram com que incorporássemos técnicas sutis do universo musical do reggae, permitindo que a banda adquirisse rapidamente seu próprio estilo. O som da banda se baseia em humildade, paz e respeito com o público. Trabalham com responsabilidade, procedimento e palavra, pois valorizam muito a moralidade e o comprometimento. A banda Fighting Soldiers é composta por músicos experientes, que já passaram por várias outras bandas de reggae e também outros estilos musicais ao longo dos últimos 10 anos. Esse fato contribuiu muito para o desenvolvimento pessoal, musical e profissional de cada integrante. As letras das músicas abordam e protestam contra temas que fazem parte do cotidiano da população: problemas sociais, culturais, econômicos e espirituais. Louvores também são uma parte forte que nos toca, pois sempre acreditamos que todo homem necessita de alimento para o espírito e que a palavra de Deus (JAH) é necessária para podermos captar, armazenar e dissipar boas vibrações aos nossos queridos irmãos em Cristo...
O grupo gravou o álbum  Guerra Cívil (2010),onde mostraram temas como Pai Celestial,Força Suprema,Sabedoria, Guerra Cívil, Luta Sim Fim,Luta Sim Fim Dub e  Pai Celestial Dub..
-------------------------
http://www.myspace.com/fightingsoldiers

domingo, abril 13, 2014

4 ROOTS

Banda 4Roots

Cidade de Origem: Mogi das Cruzes - SP
Formada em 2011
Estilo predominante: ROOTS

História

Formada em: 16/07/2011
Estilo Musical: Reggae Roots
Cidade Natal: Mogi das Cruzes SP

Banda 4Roots é uma Banda que vem com letras que retratam o nosso cotidiano, mostrando a realidade que vivemos que é de muita desigualdade como uma forma de cobrar as autoridades, também fala da importância de preservarmos nossa natureza de uma forma geral pois no futuro proximo não teremos tudo em abundância e nos trará diversas dificuldades para nossa exitência. De uma forma geral a Banda 4Roots é uma forma de resistência contra o sistema que oprime os povos mais fracos...
Integrantes:
*Grilo (vocal)
*Didi (guitarra base)
*Julinho (guitarra solo)
*Cesar (baixo)
*Berada (teclados e voz)
*Peleco (bateria)
-------------------------------------
 http://www.reggaepaz.com/banda4roots

terça-feira, abril 08, 2014

UNIDADE 76



















-----------------------
Unidade 76 é uma gravadora e produtora musical independente fundada em Brasília DF. Surgido em 2007 ainda com o nome de Semente Prometida Produções, o Unidade 76 conta com profissionais renomados da cena musical de reggae de Brasília e integrantes de bandas conhecidas da cidade (Bandas Terra Prometida, Reggae a Semente, Projeto Tim Marley, Dialeto Sound Crew).  A produtora Unidade 76 presta serviços de produção musical, gravação, edição, mixagem, masterização, arranjos, instrumentação, produção de Riddims e bases e também de banda de apoio. Os estilos musicais mais abordados vão desde o Reggae à música Black, R`nB, Ragga, Hip Hop, à MPB e outros ritmos populares. Conheça melhor nossos trabalhos e acompanhe essa produtora que busca representar os trabalhos independentes no cenário de produções de alto nível mundial...
Já gravaram videoclips com nomes como o cantor jamaicano Mark Wonder,(Mark Wonder e Unidade 76 - JUST AS BE 4 - Official Video 2013 - "Cards on the table Riddim")...
----------------------------------
http://www.unidade76.com/

terça-feira, abril 01, 2014

IMPÉRIO RAS




















 ---------------------------------------------------------------------
BANDA IMPÉRIO RAS -Reggae - Itaquaquecetuba / SP ..
Banda formada em meados de Abril de 2007 na Zona Leste de São Paulo ,Itaquaquecetuba , a família Império Ras hoje é formada por nove integrantes, com apenas o intuito de passar a mensagem positiva contendo amor, respeito, conscientização, e principalmente louvares a JAH RASTAFARI!..
Todo esse trabalho é fruto de muita dedicação, muitas vezes sendo atingido pelo preconceito e
discriminação em vários aspectos simplesmente por ser uma banda de REGGAE RAIZ...
Procuram transmitir através da musica uma nova forma de questionar e refletir sobre diversas mudanças que estão ocorrendo em nosso mundo contemporâneo, em nosso mundo atual...

----------------------
http://www.myspace.com/imperioras 

domingo, março 30, 2014

NYAHBINGHI BROTHERS

Banda Nyahbinghi Brothers

Cidade de Origem: São Paulo - SP
Formada em 1995
Estilo predominante: NEW ROOTS

História

O REGGAE DA NYAHBINGHI BROTHERS
Em todas as nossas canções estão presentes mensagens de Fé e Esperança e principalmente a certeza q devemos lutar para que nosso mundo volte a ser um lugar onde todos tenham repeito por si e pelo proximo.

O SHOW DA BANDA NYAHBINGHI BROTHERS.
Um show onde o público respira o verdadeiro roots ragga
com muita composiçao propria, (JAH NOS DA FORÇA, QUESTÃO DA ERVA, SE LIGA MEU IRMÃO...), misturam se com classicos do reggae nacional e interncional, (FALAR A VERDADE, SELVAGEM, ROOTS ROCK REGGAE, 96DEGREE IN THE SHADE), entre outros.

Nessa viagem melódica e sonora, a BANDA NYAHBINGHI BROTHERS espalha o seu reggae ROOTS RAGGA e sua energia positiva para várias platéias de norte a sul do Brasil , tocando também  a batida dos tambores  NYAHBINGHI  misturado a DUBS e INSTRUMENTAIS....
----------------------------

sexta-feira, março 28, 2014

KIU ADADAUA

 

Kiu Adadaua

Cidade de Origem: Leste - SP
Formada em 1995
Estilo predominante: ROOTS

História

Adriano, mais conhecido como Kiu Adadaua, nascido em Londrina – Paraná, e criado nas Montanhas da Zona Leste de São Paulo.
1997 – Após ter saído de um grupo musical de violeiros de uma igreja da capital de SP, iniciou com um grupo de amigos da mesma uma banda de reggae de garagem, onde teve pequenas apresentações (Banda Jah Roots)..
1999 – Em parceria com Adriano Panisso, contra-baixista, participou de algumas músicas como vocalista da Banda Om Zion Ras, levando a um  CD promocional;
2002 – Já buscando um conhecimento no propósito cultural religioso, se integrou ao Grupo de Confraternização Rastafari Nazireu Rupestre tocando tambor, e em 2004 iniciou como guitarrista da Banda..
2010 – Deu iniciou a alguns projetos em parcerias com MutaMan (Danilo Moraes), Monkey Jhayam (Jean Marcus), Dub Play (Michel e Wisley) Sistema de Som.
Hoje em carreira solo, tendo como suporte a banda The Ethiopian Highlandahs, e fazendo shows paralelamente lançou seu CD Promocional, com as músicas na versão original entre elas: ‘O Fogo de Jah’ produção Rupa Music,  ‘Obrigado’ produzido Dub Play Sistema de Som em Araraquara e Rugido do Leão versão acústica riddim por La Favella Records.
Em 2012 lançou um single do O Fogo de Jah versão extendida em Dub, em parceria com Jungle Lord Records.
Em sua trajetória vem se apresentando em alguns lugares da cena underground como: Chega Mais e Bananeiras Bar (Sto. André), CCPC (Centro SP), Projeto Reggae para Juventude (SBC), Reggae na Rua (Zona Leste SP), Domingo Roots (S.J. dos Campos SP), Bangallo Roots (Vinhedo SP), Jundiaí, Ferraz de Vasconcelos, Camburi (Ubatuba SP), Festival de Reggae da USP, Casa Jaya (Centro SP), Reggando Nossa História (Taboão SBC). Também teve a oportunidade de dividir o palco com grandes nomes do gênero reggae music, como, Banda Mato Seco, e a cantora Sistah Molly Rose, Usina Reggae, Solano Jacob, Filosofia Reggae Original, entre outros...
Contato:
Tel. 11 8623-7578
Site Oficial. kiuadadaua.wix.com/music
FacePágina. www.facebook.com/kiuadadaua
Faça downloads gratuitos dos sons: www.soundcloud.com/kiuadadaua
  --------------------------------
  http://www.reggaepaz.com/kiuadadaua

quarta-feira, março 19, 2014

MASSAI
























---------------------------------------------------------------
A banda Massai,de Salvador, Bahia, surgiu em meados de 1999, quando o vocalista e compositor Marcos Massai decidiu desmembrar-se de grupos de Reggae do recôncavo baiano.A sonoridade da banda caracteriza-se, basicamente, pela fusão de três elementos: o reggae de raiz, o rock n’ roll e a MPB. O reggae roots, entretanto, se mostra mais presente no ritmo suingado da maioria das canções da banda, produzindo-se um “groove” coeso e bastante dançante. As letras, por sua vez, passeiam por dois pólos extremos, o protesto e a poesia, buscando sempre proporcionar, acima de tudo, diversão e informação; cultura, enfim, às pessoas. Projetos sociais fazem parte da história da banda, que desenvolve projetos na área para a comunidade carente de São Caetano, bairro periférico de Salvador, fazendo, assim, a sua parte na redução das desigualdades sociais que assolam nosso País..
-----------------
http://reggaesalvadorbandas.blogspot.com.br/

segunda-feira, março 10, 2014

CÉU

















 ---------------------------------------------------------------------------
A ótima cantora Céu interpreta o álbum Catch A Fire (Bob Marley And The Wailers), no Projeto 73 Rotações, realizado pelo Sesc Santana, originalmente em 28/09/2013.
Céu continua esse projeto agora em 2014...
 Era véspera de carnaval, mas o Bis estava no ritmo do reggae no dia 28 de fevereiro. O canal exibiu ao vivo o show de Céu interpretando "Catch a Fire", álbum do The Wailers e Bob Marley. A partir das 22 horas, a cantora subiu ao palco do Miranda, no Rio de Janeiro..
O show faz parte do "73 Rotações", um projeto do site Radiola Urbana que convidou um grupo de artistas para reinterpretar álbuns memoráveis lançados em 1973. Céu, que nunca escondeu seu gosto pelo reggae, interpreta todas as faixas do disco, acompanhada de Dustan Gallas (guitarra e vocal), Lucas Martins (baixo), Chiquinho (teclados e vocal), Bruno Buarque (bateria) e Zé Nigro (guitarra e vocal)."


Céu (estilizado como CéU) (nome artístico de Maria do Céu Whitaker Poças, São Paulo, 17 de abril de 1980) é uma cantora e compositora brasileira de música popular brasileira.  Iniciou sua carreira artística em 2002. Seu trabalho traz influências tanto de música originalmente brasileira (particularmente o samba), como de hip hop, afrobeat, jazz, R and B etc. Já afirmou em entrevista que não rejeita o rótulo de MPB, mas considera que ele já ficou limitado.O rótulo da MPB ficou limitado. Ele é bem abrangente, afinal é música popular brasileira. E me considero isso. Quando vou fazer um som, me alimento do que gosto e, como muitos outros da minha geração, me alimento não só de coisas específicas. Gostamos de ouvir música da Jamaica, agora estou escutando música etíope. Não penso que tipo de música estou fazendo. Simplesmente faço um som. No dia 7 de Julho de 2009, Céu, lançou seu segundo álbum "Vagarosa", que recebeu grande aclamação da crítica internacional. No mesmo ano, foi considerada pela revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes de 2009, vendendo mais de 25 mil cópias na Europa e, 100 mil nos Estados Unidos.  Biografia-  Céu é filha de Edgard Poças, um maestro e compositor brasileiro, responsável pelos arranjos musicais do grupo Balão Mágico e de Carolina Whitaker, artista plástica. Entrou em contato com a música ainda jovem, e aos 15 anos decidiu seguir carreira na área. Chegou a gravar vocal em jingles publicitários. Aos 18 anos foi morar em Nova York, onde trabalhou em bares e teve empregos variados: faxineira, garçonete, guardadora de casacos. Em Nova York encontrou por acaso o músico Antonio Pinto, que posteriormente descobriu ser um primo distante, e com quem dividiu um apartamento enquanto ele passava por problemas financeiros.  Antonio Pinto juntou-se a Beto Villares3 — como ele produtor e compositor atuante em trilhas sonoras de filmes brasileiros — para produzir o primeiro disco de Céu. Ela é co-autora de 12 das suas 15 faixas.2 Foi lançado no Brasil em 2005, pelos selos Urban Jungle e Ambulante Discos (de Beto Villares), e posteriormente distribuído na América Latina pela Warner Music. Em 2007 foi lançado nos EUA (onde vendeu 30 mil discos na duas primeiras semanas ) e no Reino Unido, bem como em diversos outros países, da Europa ao Japão. Nos EUA, o álbum foi lançado na série Starbucks Hear Music Debut, vendido tanto em lojas tradicionais como na rede estadunidense Starbucks; Céu foi a primeira artista estrangeira a ter um álbum nessa série.  Sua música "Lenda" compôs a trilha sonora da novela Pé na Jaca, e "Malemolência" compôs a trilha sonora da novela Beleza Pura, ambas da Rede Globo. Em 2005, foi considerada pela revista francesa Les Inrockuptibles como uma das cinco revelações do ano.5 Seu primeiro disco apareceu na primeira posição nos rankings "Heatseekers (new artist)" e "World Music", e na posição 57 do "Hot 100", todos da Billboard.4 Foi a mais alta posição nas paradas dos EUA já alcançada por uma artista brasileira, desde Astrud Gilberto com "Garota de Ipanema", em 1963.6  Em 2006 foi indicada para o Grammy Latino na categoria melhor artista revelação,5 e para o Prêmio Tim de Música na categoria melhor cantora..7 Em 2007, foi indicada para o Grammy na categoria melhor álbum de world music contemporânea,5 e apresentou-se na abertura dos XV Jogos Panamericanos, no Rio de Janeiro.O CD vendeu 25 mil cópias na Holanda e na França, e os bons números renderam shows na Europa, no Estados Unidos vendeu mais de 100 mil cópias, 15 mil só na primeira semana. Foi considerada pela revista Época uma dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009...

Banda:
Céu (vocais)
Bruno Buarque (bateria e vocais)
Chiquinho Moreira (teclados e vocais)
DJ Marcos (MPC e toca-discos)
Dustan Gallas (guitarra e vocais)
Lucas Martins (baixo e vocais)
Zé Nigro (baixo e vocais)
===============
 http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A9u_%28cantora%29

domingo, março 09, 2014

FOLHA SÊCA























--------------------------------------------------------------------------
 A banda Folha Sêca, trabalha em suas músicas refrões marcantes e inteligentes, tendo como base o Reggae, com influência de rock, hip hop eoutras vertentes da música. A banda Folha Sêca tem na sua formação a experiência de shows em todo o estado e moradia fixa de 1 ano em Porto Alegre, cito o Bar Opinião (Porto Alegre), Araújo Viana (Porto Alegre), Bar Manara (Porto Alegre), Território da Paz (Porto Alegre), Campanha do Agasalho (Pelotas), Festa do Mar (Rio Grande), Final do Paredão Polar Rádio Atlântida (Portão), Boate St Patrick (Cassino e Rio Grande), shows pelo interior: São Lourenço, Canguçu, São José do Norte, Sta Vitória do Palmar, programas de rádio e televisão: Rádio Atlântida Pelotas, rádio Ipanema Porto Alegre, Programa tele domingo RBS, programa na TVE com Bebeto Alves, entre outros. Os cinco integrantes da banda Folha Sêca, tocaram por quase 10 anos na banda Arquivo Rasta. A banda Folha Sêca acrescenta em suas apresentações muita alegria e irreverência, ingredientes indispensáveis em seus shows. Além de suas próprias canções, têm em seu repertório sempre aquele cover que o público quer ouvir. Influências : STEEL PULSE, NATIRUTS, THIRD WORLD, BIG MOUNTAIN, ALPHA BLONDY, BOB MARLEY....
 Integrantes-   Eliézer Ribeiro: Baixo . Érico Soares :Bateria- Leonardo(Léo) :Teclados-     Rafael Souza: Guitarras...
-----------------
http://palcomp3.com/folhaseca/info.htm#

quarta-feira, fevereiro 19, 2014

CÉSAR NASCIMENTO

















  --------------------------------------------------------------------------
César Nascimento nasceu no Piauí em 09/06/1961,e foi criado no querido Maranhão,que tem a capital do reggae,ritmo este que ele aprendeu a amar ,para nossa sorte.
Mais um reggae do Brasil para o Mundo,e com sabor de praia,curtam...
Temas de César Nascimento:´´John´´,
 O cantor e compositor César Nascimento está lançando seu primeiro DVD com uma grande homenagem à cidade de São Luís. O trabalho, que reúne sucessos já consagrados entre o público maranhense, conta também com participações mais que especiais de artistas célebres no Maranhão. Em entrevista o G1, o músico falou sobre a novidade.
Com oito discos gravados, o músico nascido no Piauí, mas criado no Maranhão, lançará no dia 26 de julho, em um show especial no Teatro Arthur Azevêdo, o DVD “Ilha Magnética”, gravado em São Luís, nos Lençóis Maranhenses, Alcântara e no sul do estado. “Quisemos preparar este DVD como um passeio no Maranhão, fomos gravar nas cachoeiras e em diversos pontos do estado”, conta César, que com a ajuda de muitos parceiros prepara este trabalho há três anos. “Pensamos em lançar antes, mas acho que o aniversário da cidade acabou sendo um momento perfeito”, diz o músico.
Com a participação musical do Bumba Meu Boi de Santa Fé, do Tambor de Crioula do Mestre Felipe e da DJ Nega Glícia, as conhecidas canções de César ganham um gostinho maranhense a mais. Depoimentos de Ferreira Gullar e de Alcione também compõem o DVD, que o próprio César descreve como uma espécie de documentário. "O projeto teve início com a ideia de produzir um clipe para a música Ilha Magnética, mas evoluiu para esse trabalho que acabou virando um documentário, que fala sobre a arte, a música, a arquitetura de São Luís", detalha César. Estampado por belíssimas imagens clicadas no pelo fotógrafo Meireles Júnior e com a arte de Gesiel Pontes, o material é uma representação artística da cultura e beleza do estado.
Os ingressos para o show de lançamento do CD e DVD "Ilha Magnética", que aconteceu no teatro Arthur Azevêdo, no da 26 de julho de 2012..
 ------------------------------------------------
http://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2012/07/cantor-e-compositor-cesar-nascimento-lanca-dvd-ilha-magnetica.html

segunda-feira, fevereiro 10, 2014

ALMA ZION
























 ---------------------------------------------------------------------
Formado em 2002, O Alma Zion, tem influência musical no Reggae, Dub, Ska, Groove, Gospel e MPB, o objetivo musical do grupo é levar através da música uma conexão espiritual com Deus, e daí surgiu o nome Alma Zion, a Alma elevar a Zion (Sião) Monte que Deus habita espiritualmente.  O grupo residiu por dois anos em São Sebastião, litoral norte de São Paulo, onde participou do Festival de Verão (2006) e recebeu os prêmios de melhor vocalista, melhor baixista e segundo lugar na classificação geral do IV Festival da Canção em São Sebastião. Em 2007 concorreu aos prêmios de Melhor Banda Independente e Banda Revelação.Pelo Circuito Reggae, teve uma de suas faixas “Sodoma And Gomorra”, escolhida para compor o CD: “As melhores do Johnny B. Good” com divulgação em todo Brasil. Membros:  Tiago Giraffha 17 - (Vocalista e compositor) Ari Turini - (Guitarra e voz) Ras Francisco King Frog - (em memória) Gilson Vieira Bagga Dread - (Teclado e voz) Lucas David Nardo - (Baixo e voz) Ziggy - (Bateria)..
-------------------
http://www.surforeggae.com/banda.asp?CodBanda=408